Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Maramiah: cozinha palestina em São Paulo

Por Marcelo Katsuki

O novo Maramiah, em Moema, oferece a clássica cozinha árabe com dois diferenciais: porções generosas e gostinho caseiro. Na verdade há um terceiro e atraente diferencial: os pratos da cozinha palestina, oferecidos no bufê de final de semana e no cardápio fixo, onde a deliciosa Maqluba é o destaque. Conhecida como “paella árabe”, traz carnes, arroz com açafrão, grão de bico, couve flor e berinjela grelhadas, tudo preparado em uma panela e desenformado na frente do cliente.

O restaurante utiliza ingredientes halal, produzidos segundo preceitos islâmicos, e não serve bebidas alcólicas. Mas há uma extensa carta de sucos, alguns especiais como o suco anticelulite, antiTPM e desintoxicante.

Para começar, nada como o gostoso e certeiro Trio de pastas (R$ 19,80) com babaganush, coalhada seca e homus. As porções individuais custam de R$ 9 a R$ 11.

 

Fatair: são esfihas enormes assadas na chapa, o que deixa a massa crocante e ainda mais gostosa. De recheio: carne, coalhada seca com zátar, frango, escarola, qualquer um por R$ 5,50.

 

O Shawarma de frango (R$ 18) é ainda maior, e serve bem duas pessoas! Pão folha recheado com frango, molho de tahine, batata frita, tomate, cebola e picles.

 

Meu lanche preferido foi o Kafta Maramiah Arais (R$ 17): pão árabe recheado com kafta e tomate, prensado na chapa. Pense num kafta suculento com pãozinho crocante!

 

Provei um picles de mini-berinjela, bem azedinho, ideal para acompanhar a Maqlulba, abaixo.

 

Chega a Maqluba (R$ 59), prato típico palestino que pode ser feito com carne, frango ou vegetariano e que serve até quatro pessoas. Só precisa tirar a panela.

 

Olha que beleza de prato! Quentinho, úmido, aromático. Daqueles pratos reconfortantes com gostinho caseiro que a gente não consegue parar de comer.

 

Os smothies são outro destaque do cardápio. São cremosos mas consistentes, podendo ser servidos como sobremesa. O primeiro, Paraíso (R$ 12,50) é feito com coco, abacaxi e frozen iogurte. O segundo, chama-se Explosão e tem açaí, morango, banana e frozen iogurte. Custa R$ 14,50 e é uma explosão de sabores. Ops!

 

Depois da refeição, um gostoso chá preto aromatizado ou um forte café com cardamomo. Ou os dois, por que não?

 

E antes de partir, uma rápida passada no empório situado no térreo, onde há produtos árabes e um belo balcão com os melhores doces que você vai comer. O doceiro fornece produtos para a família dos sócios há mais de 20 anos e vou confessar que comi um mamul que deve ter sido o melhor até hoje.

 

Vista do térreo do restaurante. No mezanino há várias tendas para grupos de seis até 20 pessoas, que podem ser abertas e receber até uma festa. A casa funciona de terça a domingo, no almoço e no jantar. No almoço há o sistema de bufê por R$ 21,90 (R$ 29,90 nos finais de semana) onde você se serve no térreo e pode subir para comer nas tendas. Ah, os tapetes, toalhas e mesas estão à venda.

Maramiah   mapinha aqui

Rua Canário, 390, Moema – Tel.: 0/xx/11/5051-0558 e 5051-0220

Blogs da Folha