Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Edinho Engel no Dalva e Dito

Por Marcelo Katsuki

Edinho Engel, chef do Manacá (Camburi/SP) e do Amado (Salvador/BA) está cozinhando no Dalva e Dito até o dia 21, no projeto de intercâmbio gastronômico do Alex Atala, que receberá chefs de outras cidades em sua cozinha. Olha o menu de R$ 60 que está sendo servido no almoço (no jantar sobre para R$ 100 e entram mais dois pratos).

 

O couvert, cobrado à parte (R$ 8 no almoço/R$ 16 no jantar) vem com pequenos acarajés, camarão seco, bolinho de carne seca e uma linguicinha de javali bem temperada e o melhor: sem cubinhos de gordura.

 

Primeiro prato: Papillote de peixe com farofa úmida de camarão, banana e alcaparras, acompanhado de arroz de coco. O detalhe do arroz com o coco faz uma diferença…

 

Segundo prato: Costelinha de queixada. Minha maior curiosidade era comer esse ‘porquinho do mato’. Ele tem a carne bem mais magra que a do porco, por isso Edinho faz um confit para deixá-la macia e suculenta. Vem acompanhado de quiabo, abobrinha e quirera de milho.

 

De sobremesa, duas opções: Mousse de coco com baba de moça. Ou…

Pudim de tapioca. Adivinha qual eu comi? Se curtiu, vai lá. É só até sábado!

 

Dalva e Dito  mapinha aqui

R. Pe. João Manuel, 1.115 – Jardins. Telefone: 0/xx/11/3068-4444 

Blogs da Folha