Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Festival do Bacalhau na Tasca do Zé e da Maria

Por Marcelo Katsuki

Couvert: bolinhos de bacalhau, croquetes de carne e um queijinho da hora

O Festival do Bacalhau na Tasca do Zé e da Maria vai até o dia 14 de junho e eu só digo uma coisa: vale muito a pena. Por R$ 85 você tem couvert, entrada, dois pratos principais e sobremesa, além de meia garrafa de vinho português. Em tempos de pratos de três dígitos, um menu completo com bacalhau e vinho por 85 pratas é para se prestigiar, não?

Isso sem falar que a cozinha do restaurante conta com o chef Ernestino Gomes Pontes e o salão com o simpático José Maria Alves Pereira, ambos com 20 anos de Antiquarius.

 

Você escolhe uma das entradas. Acima, o cremoso Bacalhau à Beneditine, feito com bacalhau desfiado e purê de batatas.

 

A segunda opção é a Açorda de bacalhau, também cremosa porém mais marcada por temperos como alho e coentro. Achei mais gostosa do que as que comi na ‘terrinha’.

 

Os principais você não escolhe, pois tem direito aos dois pratos. Começa com o Arroz de bacalhau, bem caldoso e com belas lascas do pescado.

 

O segundo, um Bacalhau a Gomes de Sá, vem banhado em azeite e assim como os outros pratos, pode ser repetido. Mas depois de ver a bandeja de sobremesas, você certamente vai querer deixar um lugarzinho pros doces.

 

Dá só uma olhada. Provei o Toucinho do céu, feito com gemas e amêndoas, e os Ovos moles, mas o meu preferido foi a Siricaia, feito com gemas e creme de leite, mais sedoso que um pudim. Tá achando muito engordativo? Tá no inferno, abraça o capeta, fio.

 

O festival acontece apenas durante o jantar, mas no almoço você tem opções de menus executivos com pratos portugueses com ou sem bacalhau, além do picadinho do Ernestino, que vem com “ovo vulcão”.

 

Hora do café, que vem acompanhado de mini pastéis de nata, dos melhores feitos fora de Belém. Salpique um pouco de canela, é viagem garantida.

 

Tasca do Zé e da Maria  –  mapinha aqui
Rua dos Pinheiros, 434 – Pinheiros – Tel.: 0/xx/11/3062-5722

Blogs da Folha