Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade

Iroha – sushis e robatas na Saúde

Por Marcelo Katsuki

Fui jantar com minha prima Lena no Iroha, japonês do bairro da Saúde que tem uma robataria no andar de cima, e saímos bem satisfeitos. O restaurante pertence ao grupo Koban, mas ao contrário da rede, o forte lá não é o rodízio mas a cozinha à la carte.

 

Pedimos de entrada a Lula recheada com shimeji (R$ 31) enquanto bebericávamos uma cerveja. A lula é bem macia e o recheio, gostoso.

Na sequência pedimos o Koban I Especial (R$ 58), um combinado caprichado, com cortes de peixe muito bem executados (e generosos).

 

Confesso que já estava bem satisfeito, mas bastou o robata de meca (R$ 12) pousar na mesa para reativar a dentadura. O de berinjela (R$ 2,80) é um levemente adocicado (pelo molho) mas o que me surpreendeu foi o de língua (R$ 4), muito macio e saboroso.

 

De sobremesa, dividimos um Anmitsu (R$ 16), a sobremesa japonesa feita com pasta de feijão azuki, frutas, gelatina e sorvete.

 

O restaurante fica numa rua tranquila e o estacionamento é cortesia. Quero voltar lá para almoçar qualquer dia desses. Vi no menu uns teishokus bem caprichados por 20 pratas.

 

Restaurante Irohamapinha aqui

Rua Caramuru, 612 – Saúde – Telefone 0/xx/11/5072-3163

Blogs da Folha