Champa com gelo

Fui ao coquetel de verão da Moët & Chandon só pra entender que marmota é essa de botar gelo no champanhe. Ainda não tinha experimentado o Moët Ice Imperial, daí fiz serviço completo: tomei puro (exagerando e distorcendo, é quase um late harvest com perlage, rs), só com gelo, com gelo e pepino, com casca de limão, com grapefruit, só faltou com gengibre. E não é que fica bom? Pense numa bebida boa para tomar na praia? Ué, não é porque a gente é favela, que não gosta de champanhe.

~Luxo para todos~
Daí perguntei se poderia improvisar o drinque com espumante nacional. “Não”. E por que não? Porque ficaria aguado, já que o Moët Ice Imperial é mais intenso e quase adocicado para atingir o equilíbrio perfeito conforme o gelo vai derretendo.

Então, meu povo, se quiser improvisar com espumante nacional, faz o drinque e bebe tudo de uma vez, senão fica aguado e o gramur vai pro ralo. Mas não exagera, ou você  que vai pra sarjeta!

Acompanhe o Moët Ice Impérial no Facebook

O Moët Ice Imperial pode ser encontrado em lojas como o Empório Santa Maria (SP), Cavist Vinhotec & Restô (RJ) e na Adega Spazzio Jurerê (Floripa).

Comentários

  1. Põe gelo reutilizavel no nosso espumante nacional, daí não vai “aguar”!!

  2. Em Buenos Aires há dois anos atrás, estava eu, num restaurante em palermo soho. Quando pela primeira vez ví um casal tomando espumante com gelo. Achei muito estranho, esperimentei aquí. E gostei, hj coloco gelo até em vinho tinto, qdo a graduação alcoolica é alta. Rsrsrs. Abs cristiano

  3. Desculpe minha ‘ingnoranssia’, mais sinceramente não entendi. Se o gelo serve apenas para gelar – e aguar – porque não colocar esse trem no freezer e já beber gelado, sem precisar da pedra de gelo?
    Unabraço e ‘bons drinque’.

    1. Porque ele precisa do gelo derretido para equilibrar. Simplificando, seria como se fosse uma champa concentrada, que precisa de um pouco de gelo para diluir.

Comments are closed.