Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade

Cozinha sem glúten

Por Marcelo Katsuki

Minibolo de fubá com calda de laranja, Pavê de morangos, Torta de couve, Tabule de quinoa

Depois que me vi alérgico a sorvetes foi que descobri como a vida poderia ser dura sem um picolé –ainda mais no verão! Agora, imagine uma confeiteira alérgica a glúten? Pois foi o que aconteceu com a Carla Serrano há um ano atrás, diagnosticada com intolerância à substância.

Mas como ninguém quer abrir mão desses prazeres –porque depois que ficam proibidos, parecem ainda melhores– a Carla começou a desenvolver receitas sem glúten e até criou um blog. O resultado pode ser conferido aqui no site Chef Carla Serrano.

A Carla cria a receita, prepara, faz a produção e fotografa. E fica tudo uma beleza! Parece que ela encontrou uma solução para o seu problema. Já eu, que adoro um geladinho, acabei sendo salvo pela moda do frozen yogurt. Confere a receita abaixo, que prática!

 

Bolo de milho verde sem glúteníndice de receitas – foto: Carla Serrano

Rendimento: cerca de 15 porções

Ingredientes:
3 ovos (180g)
1 xícara (chá) de leite (200ml)
1 xícara (chá) de leite de coco (200ml)
1 lata de milho verde (200g)
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar refinado (240g)
1 xícara (chá) de fubá (130g)
1/2 xícara (chá) de amido de milho (50g)
1 colher (sopa) rasa de fermento químico em pó (10g)
açúcar de confeiteiro e canela para polvilhar

Preparo:
No liquidificador, bata todos os ingredientes. Despeje na fôrma untada com manteiga ou óleo e polvilhada com fubá (18,5×27,5×4,5cm) e asse no forno preaquecido 180 graus C até que ao espetar um palito, este saia seco, por cerca de 30 minutos. Depois de frio, polvilhe com açúcar de confeiteiro misturado com canela, corte em quadrados e sirva.

Para uma preparação sem lactose, utilize leite de soja ou de arroz.

Blogs da Folha