Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade

Restô 607 é um oásis urbano

Por Marcelo Katsuki

Gustavo Rodrigues, que foi sous chef por dois anos nos Remansos (do Peixe e do Bosque) dos irmãos Castanho, em Belém, está de volta à cidade numa proposta muito bacana de restaurante dentro do Guest 607, um gracioso hostel boutique localizado em Pinheiros.

 

Que tal começar o dia com um café da manhã desses por 15 reais? Os pães são artesanais e assados no dia e algumas geleias feitas com frutas colhidas no quintal. O combo menor com suco ou café, pães com manteigas, geleias e frios e frutas sai por R$ 9. E nos finais de semana há um bufê completo por R$ 19.

 

O Restô 607 funciona dentro Guest 607 mas é aberto ao público, com acesso independente do hostel, pela rua João Moura. Funciona diariamente para café e almoço e de terça a sábado para o jantar.

 

A proposta da empresária Cassia Saldanha é receber as pessoas como se fosse em sua própria casa, por isso o sobrado é todo decorado com peças garimpadas em suas viagens dando um clima aconchegante e personalizado aos ambientes.

 

O salão do Restô fica no térreo, mas tem mesinhas numa varanda externa e no quintal, ideais para se tomar um aperitivo. Aliás, a carta de drinques tem consultoria do barmen Rafael Pizanti, do Copacabana Palace e campeão do Diageo World Class.

Durante a semana rola um menu executivo no almoço com entrada, principal e sobremesa por R$ 34, que muda a cada 15 dias.  Olha o que comi ontem.

 

Entrada: bolinho de peixe com ervas servido com maionese de leite, que não leva ovos

 

Meu principal foi o filé de frango recheado com queijo Minas, rúcula e tomate acompanhado de fettuccine no azeite de alecrim com castanhas do Pará

 

E a sobremesa, um pudim de leite de coco com flocos, pra comer devagarinho…

 

Aqui o salão do quintal, com uma cozinha gourmet que pode ser utilizada para eventos.

 

E aqui o chef Gustavo Rodrigues em frente ao Restô. O resultado de dois anos em Belém pode ser sutilmente sentido no cardápio, que tem itens como mojica de peixe (um caldo típico do Pará engrossado com farinha de mandioca), bolinho de peixe e castanha do Pará.

Quando perguntei se ele não pretendia incluir pratos com uma pegada amazônica, ele disse que o custo de transporte dos ingredientes encareceria demais, mas claro, não descarta a possibilidade de fazer um cardápio temporário. Vamos torcer!

Restô 607mapinha aqui
R. João Moura, 607, Pinheiros – Tel. 0/xx/11/2619-6001

Blogs da Folha