Marcelo Katsuki

Comes e Bebes

 -

Formado em arquitetura pela FAU-USP, Marcelo Katsuki é cozinheiro formado pela Escola de Gastronomia João Dória Jr e sommelier pela ABS (Associação Brasileira de Sommeliers).

Perfil completo

Publicidade

Whisky japonês é bom?

Por Marcelo Katsuki

Se forem destilados premium como os que provei nessa semana, a resposta seria sim. Participei de uma degustação de dois whiskies da Suntory que estão sendo trazidos pela Tradbras. Um deles era o Hibiki 17 anos (foto abaixo), premiado com a Medalha de Ouro na San Francisco World Spirits Competition em 2005 –mas que ficou famoso mesmo ao aparecer no filme “Encontros e Desencontros” (Lost in Translation, 2003, de Sofia Coppola) onde o ator Bill Murray grava um comercial numa cena hilária.

 

 

O Hibiki 17 anos é perfeito para tomar puro. Você sente o carvalho e suas notas de baunilha, é amanteigado na boca, quase doce. Também indicado para tomar como um digestivo.

Já o Yamazaki 12 anos é um single malt potente, que vai bem com um pouco de água ou gelo (na minha opinião), para ser apreciado em uma boa conversa. E na harmonização que testamos, ambos combinaram bem com comidas picantes ou defumadas.

Passei hoje na Adega de Sakê (Rua Galvão Bueno, 387 – Liberdade – Tel.: 0/xx/11/3209-3332) para comprar um obentô e vi que o Adegão está com uma promoção. O Hibiki 17 anos está sendo vendido de R$ 530 por R$ 449 e o Yamazaki 12 anos de R$ 430 por R$ 337.

[youtube FiQnH450hPM nolink]

Blogs da Folha