Receita de pastel de choclo

Justo agora que resolvi fazer o Pastel de Choclo –uma receita latino-americana que lembra uma torta de milho meio doce com recheio de carne– perdi o livro com a receita original do chef peruano Gastón Acurio. Até procurei na internet, mas nada.

Daí reuni o que considerei o melhor de três receitas da rede e fiz a minha própria. Mas chegando hoje no jornal, já fui gongado por um amigo por não ter feito a capinha de açúcar cristal. Tudo bem, ele vai me arrumar a receita da avó dele daí eu posto aqui! Enquanto isso, fiquem com a minha versão, que se não ficou igual à original, também não fez feio.

 

Pastel de Choclo

– Comece pelo recheio. Refoque 1/2 kg de carne moída (ou picada na ponta da faca) com 3 dentes de alho e 1 cebola. Junte 2 tomates picados, sal, salsinha, pimenta (usei ají panca seco) a gosto e 100 gramas de uvas passas e cozinhe por uns 15 minutos (ou até a carne ficar macia). À parte, cozinhe 3 ovos, pique e reserve.

– Para a massa, bata no processador 4 latas de milho cozido no vapor (escorrido) com 1 lata de leite. Leve ao fogo, junte 2 colheres de chá de sal e 2 colheres de sobremesa de açúcar cristal (é uma massa meio doce mesmo). Cozinhe por 10 minutos mexendo sempre. Apague o fogo e junte 4 gemas, uma a uma. E depois incorpore as 4 claras em neve, o que vai deixar a massa um pouco mais líquida.

– Unte uma assadeira (25 x 35 cm) com óleo e farinha ou tigelas de cerâmica, caso prefira fazer porções individuais (como um escondidinho). Coloque 1/3 da massa no fundo da assadeira, cubra com a carne, os ovos cozidos picados e 100 gr de azeitonas pretas (usei a verde mas a preta é melhor). Cubra com o restante da massa.

– Pincele com uma gema e asse por 40 minutos em forno moderado ou até que a massa fique firme e dourada. Para a versão na assadeira, espere esfriar um pouco para poder cortar. A versão individual pode ser servida imediatamente.