Comendo e dançando no Chile

Por Marcelo Katsuki

cue14-quadro

É isso mesmo. Ontem dancei, ops, jantei no restaurante El Huaso Enrique, em Santiago, que tem mais de 56 anos de tradição cuequera, animado ritmo chileno. E o povo se joga na parrillada – os pratos são enormes – para depois se acabar na pista fazendo coreô de lenço em punho. Uma divertida forma de se queimar as calorias adquiridas.

 

cue14-fachada

O restaurante ocupa um casarão construído há mais de 100 anos no bairro Yungay. São vários ambientes, incluindo um palco onde se apresentam grupos musicais que preservam a tradição da cueca, ritmo nacional do Chile – hoje mais executado nas festas pátrias. E o povo dança até altas horas na maior animação. Enquanto isso numa mesa ao lado do salão…

 

cue14-papas

Começamos a noite com singelas porções de batatas fritas (R$ 23,70) e empanadas sortidas (R$ 19,50 – 12 unidades) que caíram muito bem com a providencial cerveja que veio refrescar a noite.

 

cue14-salada

Alguém muito saudável da turma pediu uma Fuente ensalada especial (R$ 24,60) com palmito, fundo de alcachora, cenoura, abacate e alface. Comi também, sou consciente da minha situação.

 

cue14-pure-picante

Isso me surpreendeu: Purê de batata picante (R$ 10,20)! E ao fundo, Choclo a la crema (R$ 12,30), similar a um creme de milho mas com sabor bem distinto. E salsa picante de tomate.

 

cue14-parrillada

Hora da Parrillada Especial (R$ 160), com 14 pedaços de carnes empilhadas sobre batatas cozidas servidas em um braseiro. Tem lombo, bife, chuleta, frango, porco – podia se chamar “vasilha feliz”. Acompanha uma salada mista e uma garrafa de vinho. Estávamos em sete – ou oito, às vezes otimizo a equipe 🙂 – mas não conseguimos comer tudo.

 

cue14-pastel-choclo

De quebra, ainda rolou o tradicional Pastel de choclo, similar a um “escondidinho” de carnes variadas cobertas com creme de milho doce gratinado. Eita que prato doce, é quase um “curau brûlée” com carne. Eu adoro, até já dei a receita aqui. Cadê uma rede?

 

cue14-lasprimas

As meninas do grupo de música tradicional Las Primas começam a tocar o bumbo chamando para dançar.

 

cue14-pista

Ninguém se faz de rogado. Em menos de um minuto a pista já está cheia, todo mundo cai na dança: jovens, idosos, gordinhos, hipsters; acho que vi até um gnomo passar correndo de lencinho na mão. Já eu, estava ali aflito, tentando descobrir como é que se fala “quentinha” em espanhol.

 

Restaurant El Huaso Enriquemapinha aqui
Maipú 462 – Santiago (Chile) – E-mail: reservas@elhuasoenrique.cl

O jornalista viajou a convite do Turismo Chile