10 cervejas essenciais, segundo cinco especialistas

Por Marcelo Katsuki

montagem-10cervejas

O mundo é das cervejas especiais. Até o mercadinho aqui da esquina está lotado delas, sempre que vou lá fico perdido com tantas opções. Por isso, falei com cinco especialistas e montei uma lista com 10 cervejas essenciais, com duas indicações de cada um. O único pré-requisito era que fossem cervejas acessíveis e que pudessem ser encontradas com certa facilidade. Comes e Bebes também é didatismo. 🙂

 

Cassio Piccollo – Proprietario do Frangó e especialista em cervejas

Duvel
“É um clássico. Cerveja obrigatória em qualquer ranking.”

Colorado Indica
“Porque foi uma IPA pioneira e que virou uma referência de qualidade no Brasil.”

 

Cilene Saorin – Especialista em cervejas

Duchesse de Bourgogne
“Uma cerveja elegante e complexa e que passa por barricas de carvalho, perfeita para os amantes de vinho.”

Hoegaarden Witbier
“Tem acidez marcante, é acessível e boa para o verão. É a cerveja de trigo da Bélgica.”

 

Carol Oda – Sommelière Ici Brasserie

Weihenstephaner Hefe Weissbier
“Essa cerveja de trigo alemã é produzida pela cervejaria mais antiga do mundo, ainda em atividade (1040).”

Cerveja Pilsner Urquell
“É a primeira cerveja clara do mundo, referência do estilo.”

 

André Clemente – Sócio do bar Aconchego Carioca-SP e diretor de arte da revista Prazeres da Mesa

Guinness
“É uma cerveja fácil de beber, tem corpo leve apesar de ser uma cerveja preta.”

Bamberg Camila Camila
“É uma cerveja bem saborosa, com o amargor na medida.”

 

Samira Ayrolla – Beer Sommelière

Colorado Demoiselle
“Gosto porque vai muito bem com sobremesas à base de leite, como pudim.”

Paulaner Hefe-Weissbier Naturtrüb
“Porque é refrescante e harmoniza muito bem com vários pratos.”