Restaurante Aizomê comemora 10 anos com eventos e menu de favoritos

Por Marcelo Katsuki

O Aizomê, premiado restaurante japonês da cidade, completa 10 anos nesse mês e prepara diversas atividades para comemorar a data na simpática casinha da Fernão Cardim. Hoje, sexta-feira, será realizado o Hinamatsuri, o Dia das Meninas no Japão, e o restaurante recebe uma exposição de quimonos japoneses no restaurante, além de preparar um chá da tarde especial.

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a chef Telma Shiraishi recebe as chefs Ligia Karazawa, Vivianne Wakuda e Márcia Garbin, além das sommelières Daniela Bravin e Yasmin Yonashiro para um jantar onde a dona Margarida Haraguchi, do Izakaya Issa, será homenageada. Imperdível! No dia 16 acontece a festa oficial em evento fechado e no dia 25, sábado, a 7ª edição do Aizomê Ichiba, a feirinha gastronômica do restaurante.

A chef Telma Shiraishi, que imprimiu um estilo mais autoral após a saída do sócio, o chef Shin Koike, segue com sua filosofia de oferecer uma cozinha japonesa tradicional mas com um olhar feminino e moderno, sem descuidar do Omotenashi, a prática da hospitalidade e cortesia que visa a plena satisfação do cliente.

A partir de hoje será servido um menu comemorativo com os pratos mais pedidos. Na quarta-feira foi realizada uma degustação desse menu —além de outros clássicos da casa— para a imprensa. Acompanhe nas fotos abaixo esse belo serviço.

 

O flan de dashi, o caldo especial da casa, lembra um tofu mas tem a textura sedosa de um chawanmushi, o pudim salgado preparado no vapor. Acompanha ainda ovas e quiabo, e tem um delicado perfume de yuzu, o “limão” japonês.

 

Os mariscos chegam com perfume defumado à mesa pois foram grelhados com manteiga de alho e shissô. Acompanham ainda cogumelos e haná nirá, o alho japonês com flor.

 

O Siri mole karaague é crocante e vem servido com molho ponzu; o prato faz parte do cardápio comemorativo.

 

Tem ainda uma versão do dia com siri mole frito servido com linguado e tempurá.

 

Sashimi do Aizomê com lula, torô, carapau, buri e linguado servidos na bela cerâmica da Kimi Nii.

 

Peixe do dia grelhado (namorado) e legumes salteados com molho de missô, maracujá e semente de papoula.

 

Outro delicado peixe servido com berinjela, molho de missô e chips de legumes.

 

O Chasoba é um macarrão de trigo sarraceno e chá verde servido em taça para que seu caldo, o dashi, seja apreciado com facilidade. Traz ainda um ovo perfeito, quiabo, ovas de salmão, myôga e cogumelos.

 

Um clássico da casa: Magret de pato ao molho de kinkan, que também faz parte do menu comemorativo.

 

 

Os sushis da casa: pargo, cavalinha marinada, vieira e atum (chutoro).

 

Udon servido com tempurá de legumes, outro clássico da casa.

 

A sobremesa mais pedida: Soufflé de chocolate meio amargo com sorvete e uma surpreendente calda de wasabi!

 

O restaurante é conhecido por investir nas sobremesas, desde a sua abertura. Aqui, Luna de matchá, da patissière Vivianne Wakuda. Um mousse de chá verde recheado com doce de feijão azuki, servido com frutas frescas e creme.

 

Essa sobremesa foi desenvolvida pela chef em conjunto com a Márcia Garbin, da Gelato Boutique: um incrível gelato de creme ao caramelo salgado de missô, servido com figos grelhados e sembei (o biscoito). Não deixe de provar!

Ah, o menu pode ser pedido em forma de degustação ou à la carte. Só depende do seu apetite!

Aizomê – mapinha aqui
Al. Fernão Cardim, 39 – Jardim Paulista, telefone: (11) 3251-5157
Fotos: Marcelo Katsuki/Folhapress