5x banana split

Por Marcelo Katsuki

Não sei se é uma onda retrô, se é saudade dos bons tempos, o fato é que tem rolado banana split nas altas rodas, rs —e em versões bem originais. Quem sofre com isso é o lambão aqui que adora banana split mas tem alergia a sorvete, vê se pode…

 

No badalado Lilu, do chef André Mifano, tem a surpreendente Carolina Split (R$# 29) com três bombinhas de massa choux recheadas com creme, amora e chocolate, tudo coberto com calda de chocolate, e claro, bananas! A criação é do Rafa Protti, que arrasa nas sobremesas.

 

Nessa semana, comi uma banana split curiosa n’A Casa do Porco com sorvetes de frutas equatorianas servidos dentro de uma banana congelada. O chef Jefferson Rueda recebeu os chefs Maurício Acuña e Pablo Pavón para uma edição do Porco Mundi e essa sobremesa fez o maior sucesso.

 

O chef confeiteiro Fabrice Le Nud, da Pâtisserie Douce France, lançou nesse ano uma banana split (R$ 24,50) com sorvetes sem conservantes, corantes ou emulsificantes —essa eu posso comer! Ela traz banana, sorbet de chocolate 70%, glacê baunilha, calda de caramelo e amêndoas. (Foto: Pâtisseire Douce France)

 

O Burger700, lá de Perdizes, faz a versão tradicional e bem caprichada da banana split (R$ 38,50), com três bolas de sorvete, chantilly, caldas de cobertura e, claro, banana. Sente o drama, rs. (Foto: Henrique Peron)

 

Já o Ritz tinha a minha banana split favorita (R$ 24), com a banana partida ao meio e servida com duas bolas de sorvete de creme, chocolate ou morango, mais calda de caramelo, chocolate ou morango e marshmallow. A delícia acabou saindo de cartaz mas quem sabe ela não volta no próximo verão. Tomara. (Foto: Tadeu Brunelli)

E já que estamos falando de Banana Split, quem se lembra? :’-)

Fotos: divulgação e Marcelo Katsuki/Folhapress