Emiliano Market Day

Chef Barattino, o organizador da ‘feira’

Domingo ensolarado, perfeito para a segunda edição do Emiliano Market Day, em plena Oscar Freire. O evento criado pelo chef Barattino tem como objetivo “fortalecer o pequeno produtor reduzindo o abismo entre ele e o consumidor”.

Com a presença maciça dos fornecedores (pequenos e grandes) do hotel  foi possível degustar de kobe beef a champanhe francês, além de assistir a palestras e aulas, tudo de graça! Perdeu a oportunidade? Vê se não marca bobeira e se liga na nova agenda de eventos do blog clicando aqui. Os melhores eventos de gastronomia, olha aí na coluna da direita!

Logo na entrada, os pães do hotel servidos como canapés e sanduíches.

 

Em frente, a barraca da World Wine. Pra brindar e ficar simpático logo na chegada.

 

Os produtos da Família Orgânica, que faz delivery de produtos orgânicos de diversas marcas.

 

Pirei nessa barraca de frutas do Antonio Mitne. Tudo fresco, maduro e pronto para degustação.

 

O quiosque do Empório Poitara, da Antonia Padvaiskas estava repleto de produtos amazônicos e arrasou também na produção. Saca a canoa!

Tinha açaí, cupuaçu, bacuri, priprioca, goma de tapioca, farinha d’água, cacau, tucupi e até pupunha, aquela amarelinha (não o palmito).

 

Barraca do “tome um café Illy e coma um Valhrona”.

Ou vários, havia Valhronas de sabores varidados para degustar à vontade.

 

Barraca do churrasquinho: de carré a kobe beef.

Sente o drama: dá até para ouvir o barulhinho da carne marmorizada na chapa. Meldels

 

Flor de Sal da Cimsal usada na focaccia, na pizza e até nas tortinhas doces.

Peguei umas pedras para ‘ralar’ depois em casa. Vamos testar.

 

E a Maria com a barraca do melhor pastel de feira da cidade?

Maria e meu pastel de palmito: crocante, sequinho e com molho especial.

 

Casa Flora serviu vinhos e águas especiais. Sente a simpatia!

 

C-Trade Gourmet, Mãe Terra e Novo Mel: embutidos, geleias, bolachinhas e muito mel.

 

Olha o povo: Gianni, Lorençato, Barattino, Landgraf e uma mina vestida de barraca. Deu de tudo.

Comentários

  1. Oi Kats! Em nome das pessoas que não puderam ir, agradeço pela “visita guiada”. Beijos!

    1. Obrigado, Cintia! Depois vou incluir os links para quem quiser falar com os produtores. Bjs!

  2. Jura, Cris? O Pastel da Maria é considerado o melhor pastel de feira de São Paulo! Um patrimônio, hehe. Adorei te conhecer pessoalmente! Bjs!

  3. Feira com distribuição de champagne seria a feira dos sonhos, né? Kkkkkk! Abração, Sidnei!

    1. Quem sabe, né? Pequenos e bons produtores é que não faltam, né? Só precisa da iniciativa local.

  4. Queria muito ter degustado o presunto, mas meu ácido úrico não permitiu, rs! Abs!

  5. querido Marcelo, como sempre você esta antenadíssimo nos eventos eim? e esse em especial, estava um arraso, o dia estava ensolarado, tudo estava gostoso e os chefes arrasaram nos cursos. Obrigada pela linda foto do meu filho Felipe Primi com o chefe Arnor Porto da equipe do competente chefe José Baratino. Sucesso no trabalho Marcelo….bju bju Cris Primi

  6. Demais isso!!Queria organizar um destes aqui em Ribeirão,pois produtores e compradores temos e muitos!!!E adorei como sempre a sua apresentação!!!Bjos

  7. Marcelo, a D. Maria costuma estar em quais feiras da cidade ? Sou do Rio, mas indo a SP gostaria de conferir esse “patrimônio”. Abraço.

  8. Marcelo,
    evetno estava lindo!!
    voce sabe me informar quem fez a decoracao?

    Obrigada

  9. Marisa, minha batian fazia uma massa imbatível. Hoje ela só come, rs. Lá em casa, pastel é sinônimo de diversão!

  10. Eu sai na foto, bem pequenininha de oculos escuro entre o Baratino e o Lorençato……o dia tava perfeito e o astral altissimo!

Comments are closed.