Como é feito: queijo Serra da Estrela

Quer aprender como é feito o famoso queijo português Serra da Estrela, apreciado no mundo todo por sua textura amanteigada e sabor único? Vamos dar um pulo em Prados, Portugal, e acompanhar a rotina da família do produtor Júlio Santos Ambrósio. Vem gente!

 

A produção acontece nesse cenário bucólico com ovelhas soltas pelo gramado mas não se engane: faz um frio danado com ventos cortantes e no inverno chega a nevar. Béééééé!

 

São criadas ovelhas bordaleiras, que possuem baixa produção de leite mas compensam com um leite com alto teor de gordura, fundamental para a produção do queijo.

 

A extração do leite é feita de forma mecânica garantindo mais higiene e maior aproveitamento do leite produzido.

 

O leite é coagulado utilizando a flor do cardo, uma planta que lembra a alcachofra. Suas flores são secas, moídas, diluídas em água e adicionadas ao leite.

 

O resultado é uma coalhada fresca como um queijo molinho que dá até para ser consumido, apesar de ser um pouco enjoativo. Nesse caso, quem tem pressa, come cru, rs.

 

O coalho é transferido ainda morno para uma lenço de pano sobre uma bancada metálica para ser trabalhado manualmente.

 

Ali é feita uma bolsa com o tecido, que é apertada diversas vezes para eliminar o soro da massa que escorre pela bancada.

 

O resultado é uma pasta que lembra a ricota e que é transferida para formas de plástico cilíndricas forradas com tecido.

 

As formas são comprimidas numa prensa mecânica para eliminar ainda mais soro.

 

Depois se inicia a primeira etapa de cura, em câmara resfriada com controle de temperatura e de umidade. O queijo recebe uma cinta de pano para preservar seu formato.

 

Na segunda etapa, em temperatura mais amena, o interior do queijo vira uma pasta semi-mole e forma uma crosta fina, de cor amarelada.

 

O processo de cura leva no mínimo um mês. Daí o queijo é pesado, embalado e segue para a comercialização.

 

O queijo Serra da Estrela não requer guarda e seu consumo deve ser imediato, garantindo sua plenitude de sabor, aroma e textura. A gente degustou esse antes mesmo de ser embalado. Foi tirar a tampinha e se esbaldar. Hmmm…

E aí, curtiu o nosso ‘tutorial’? Eu me empolguei e fiquei até com vontade de fazer queijo em casa, parece tão fácil! Mas quédi cardo? Quédi ovelha? Béééééé!

Comentários

  1. aos pobres como eu vai a receita do “genérico” desse queijo: 40 % de requeijão meio durinho, 10% de ricota, 10% de manteiga, 10%de maionese, 20% de mussarela ralado e 10% de farinha de trigo. mistura tudo bem, bota numa forminha e deixa descansar na geladeira por 2 dias. engana bem e fica uma delícia pra tomar com vinho golaço. o melhor é que sai uns 5 real o kg.

    1. Hahaha, olha, não sei se fica parecido mas com certeza deve ficar gostoso. Adorei a criatividade! Abs!

  2. Como é possível comprar este queijo aqui no Brasil?
    Fiquei com vontade de comer!!

    1. Priscilla, o pessoal indicou alguns lugares aqui nos comentários. Dá uma olhada. abs!

  3. Já provei esse queijo, em Portugal, é divino. Onde eu acho ele pra comprar aqui no Brasil!!?!?

    1. Sofia, o pessoal indicou alguns lugares nos comentários, dá uma olhada. Abs!

  4. para comprar queijo da serra no BRasil,, tem sempre na loja Pao de açucar do Iguatemi e no Santa Luzia, deve ter em mais lugares de sampa, mas nesses dois , sempre tem, é caro,,,

    1. esqueci, no Mercadão de Sp tambem tem am algumas barracas, mas é mais caro do que nas lojas que citei, no Rancho 53 que comentaram ai tambem tem, muito caro , ao inves de cómprar queijo lá, aproveita para comer uma patanisca de bacalhau, pastel de natas, ou pra almoçar uma bacalhoada, o preço assusta mas o prato da pra dois ou ate 3, pro Kats essa conta não vale,, é uma travessa só pra ele.
      se não me engano, ás quintas (ou sera sexta) no jantgar tem show de fado ( desgarrado), vale a viagem pela castelo. (castelo branco km53)

  5. Para mim, este queijo é o melhor queijo do Mundo!
    Atualmente a sua fabricação é toda mecanizada, mas nos velhos tempos, quando este queijo era fabricado manualmente, então era uma maravilha.
    Trata-se de um queijo que deve ser acompanhado por um bom vinho tinto ou então com um vinho do Porto de qualidade.
    Parabens pela materia.

  6. Kats, minha mãe acabou de desembarcar da terrinha com um belíssimo queijo igual a esse! que surpresa encontrá-lo aqui também, foi até mais gostoso degustá-lo aqui em casa! delícia!

  7. Minha família é da Serra da Estrela, deu água na boca.
    Fico esperando por outras matérias belíssimas como essa.
    Parabéns!

  8. Rélou Kats!! Muito boa a matéria, adooooro este queijo, e detalhe; não comia queijo antes de vir morar cá na terrinha de Cabral. Foi o primeiro queijo que experimentei e foi logo, amor a primeira colherada!kkk Como diz a minha sobrinha Lorena Banana…tia, este queijo cheira mal, mas é tão bommm! kkkk

Comments are closed.