Revirada Gastronômica: estamos de volta!

Chefs na Rua (Foto: Isadora Brant/Folhapress/6.mai.12)

 

Lembra do Chefs na Rua? O ‘braço’ da Virada Cultural fez tanto sucesso no Minhocão que voltará em edição exclusiva daqui a dois meses, mais precisamente nos dias 25 e 26 de agosto. Mas dessa vez em vários pontos do centro da cidade.

Participei ontem da primeira reunião da comissão curadora dessa Revirada Gastronômica, da qual fazem parte o chef Alex Atala, o sociólogo Carlos Dória e alguns jornalistas de gastronomia. A comissão vai definir a lista dos restaurantes participantes, com base em critérios de qualidade, diversidade e importância cultural e histórica. Além de montar uma programação bacana com aulas-show e debates.

O evento contará com 150 barracas de comida distribuídas entre a Sé e o vale do Anhangabaú e tem como objetivo difundir a questão da cozinha como cultura. Deve também marcar o início da discussão de uma legislação que regularize a situação da comida de rua na cidade. Importante!

O pessoal d’O Mercado, outro evento concorrido que colocou chefs vendendo comidas em barracas na galeria Vermelho, também participará do evento em um núcleo com mais 25 barracas que ocupará o largo do Arouche, mas durante a noite e a madrugada. Êba! Dessa vez vai ter comida e diversão para todos!

 

Comentários

  1. muito bom , mas com mais organização desta vez .por parte da prefeitura é dos restaurantes. ( para o alex não de comida para quem não precisa de para uma comunidade carente ou para pessoas que estão na rua e não tem oque comer ) e vamos a revirada ?

  2. Recomendo que dêem especial atenção à questão da organização de filas e sistema de fichas.

    Eu fui no evento, enfrentei filas compridas, mas gostei mesmo assim, não tenho porque falar mal de uma iniciativa tão boa.

    Eu imagino que um sistema de filas que envolva as tecnologias existentes hoje seria de grande ajuda: todo mundo por lá tem celular, a fila para pegar a comida poderia ser por meio de SMS.

    No momento em que as opções de comida começarem a se esgotar, é preciso estar bem sinalizado o que está disponível.

    Boa sorte nas discussões!

  3. muito legal a proposta!
    a organização com certeza irá melhorar e o evnto será um sucesso!!!
    quais serão os participantes??
    será que vão repetir a mesma lista?

    1. Será a mesma lista ampliada. Agora serão 175 barracas, pense!

      1. o tom de sua resposta soou um pouco grosseiro, Marcelo

        questionei se repetirão a mesma lista, o que não é, necessariamente, óbvio. Ao meu ver a lista poderia mudar completamente ou manter apenas alguns chefs

        1. Oi Catarina, desculpe se soou grosseiro, não era essa a intenção. Eu disse “pense” como usamos no Nordeste (eu morei lá) como expressão de surpresa, significando algo como “olha que incrível!”
          Jamais te ofenderia gratuitamente, mas peço desculpas se você se sentiu ofendida.
          Abs!

  4. Ihhh Katsuki, sei não. Torço pra dar certo, mas eu fui ao Mercado e fiquei bem assustada com a recepção e desisti da Virada dps das fotos que vi amigos postarem.
    Eu sou super a favor de eventos desse tipo e comida de rua (ah e o sonho dos trailers de comida americanos), mas até agora nenhum se mostrou muito bom. Uma pena!

  5. maravilha essa iniciativa!! com certeza estarei la devorando tudo que estiver nas barracas! 😀

Comments are closed.