Cenas da Copa Gastronômica

Feira de comida já é tudo de bom, imagina na Copa? É, gente, a Copa Gastronômica foi uma delícia: chefs caprichando, gente interessada e uma tarde ensolarada na Sala São Paulo. E tudo por uma boa causa: ajudar o instituto de pesquisa Pelé Pequeno Príncipe. Veja quem tava lá e o que a gente se fartou de comer.

 

 Rolinho crocante de frango e tomate seco com flores comestíveis…

do chef e consultor Ken Hom.

 Vieira, coração de palmito, molho de marisco e manzanilla…

 do chef Iñaki Aispirarte do restaurante Le Chateaubriand, Paris.

 Se o SudDog já era bom, imagina essa versão de cachorro quente nordestino…

da incansável cozinheira olímpica Roberta Sudbrack.

 Carol e a multimídia Carla Pernambuco fotografando…

e vendendo cocadas de colher. Uma beleza!

Lombo de sardinha marinado com pimentão assado e escamas de queijo…

do chef  Ignacio Echapresto do Venta Moncalvillo.

 O surpreendente “Ovo”: sorvete de gemas e espuma de coco…

 da competente chef Helena Rizzo, do Maní.

 A chef Morena Leite levou moqueca de aratu com farofa de beiju

 Kátia Barbosa, do Aconchego Carioca, preparou um bobó de camarão com farofa de dendê

 Os famosos dadinhos de tapioca com melaço de cana…

do chef Rodrigo Oliveira do Mocotó.

 Um minestrone com lentilha e cordeiro preparado…

pelo animado chef Emmanuel Bassoleil.

 O chef Laurent Suaudeau preparou um fondant de galinha caipira com creme de abóbora.

 Vista do segundo salão do evento.

Um dos pratos mais concorridos do evento: barreado com chips de bananas…

preparado pelo chef paranaense Celso Freire, do Zea Maïs .

Um delicioso cherne com pirão de tucupi e caviar crocante foi servido…

por Thomas Troisgros, enquanto o Claude dava autógrafos para uma fila sem fim, rs!

Perdeu? Pena… Mas amanhã Alex Atala se junta ao grupo para o Jantar Gols pela Vida no Grand Hyatt.

Clique aqui para ver o menu e para comprar o ingresso.

 

Comentários

  1. Estive lá ontem, a maioria dos pratos que provei estavam muito bons, principalmente os do Claude, Inaki e Helena Rizo. Agora o cachorro quente da Sudbrack era sem salsicha mesmo ou esqueceram da minha?

    1. Hahaha, era sem salsicha mesmo! Em João Pessoa, no glorioso Mundial Lanches, tem que pedir a salsicha à parte. E ainda vem ovinho de codorna.

  2. Eu amei o evento! Ver tantos chefs renomados em um ambiente só foi realmente uma oportunidade única! Todos sorridentes e comprometidos, com a mão na massa. O minestrone do Bassoleil era pra comer de joelhos. Aplausos!

Comments are closed.